5 maneiras de estimular seu filho para o aprendizado de idiomas

5 maneiras de estimular seu filho para o aprendizado de idiomas

Incentivar o aprendizado de idiomas é fundamental para que crianças cresçam com domínio de línguas estrangeiras e tenham mais facilidade na absorção do conhecimento. Seja inglês, espanhol, alemão e até o mandarim, estudar um idioma diferente desde a pré-infância traz vantagens cognitivas para seu(sua) filho(a).

É comum que escolas ofereçam o aprendizado de uma segunda língua, como o inglês. Contudo, além de colocar a criança em uma escola especializada de línguas, há outras formas que estimulam esse conhecimento de maneira divertida, sem que isso se torne uma obrigação.

Se você quer aprender a estimular o aprendizado de idiomas no(a) seu(sua) filho(a), continue lendo este post!

A facilidade do aprendizado

Estudos demonstram que ser bilíngue auxilia nas funções cerebrais e melhora a memória e atenção. Além disso, até os 7 anos de idade, as crianças fixam fonemas de forma mais apropriada, o que evita sotaques nas línguas estrangeiras.

É comum conhecer adultos que estudam ou estudaram uma segunda língua por anos e, mesmo assim, ainda não são fluentes. Isso acontece porque, quanto mais velhos nos tornamos, mais complexo é o aprendizado de línguas. É nos primeiros três anos de vida que há a maior construção de sinapses e circuitos cerebrais para a linguagem. Por isso, estimular a criança antes dos três anos de idade a conhecer uma segunda língua é importante.

É primordial que a família se envolva nesse processo e que o aprendizado seja de maneira natural e contextualizada. Dessa forma, a criança não deve ser pressionada a aprender. A segunda língua deve surgir em processos lúdicos, como nas contações de histórias, músicas e brincadeiras.

6 dicas para estimular o aprendizado de idiomas

1. Utilize games

Crianças e adolescentes têm um envolvimento muito grande com jogos. Esses games, se utilizados de maneira adequada, podem auxiliar no desenvolvimento motor e cognitivo e também no aprendizado de outra língua.

Ao colocar as configurações do áudio e legenda do jogo em outro idioma, a criança estará trabalhando tanto a parte de leitura e assimilação quanto a de entendimento de sotaques e contração de palavras, que são usuais em conversas. Para que haja êxito no jogo, é preciso que todos os detalhes sejam entendidos e cumpridos. Assim, o jovem aprendiz conseguirá relacionar a história com novas palavras e construções gramaticais.

Além dos tradicionais jogos de computador ou videogames, existem jogos educativos voltados, especificamente, para o aprendizado de idiomas. O ato de gamificar o aprendizado, ou seja, transformar os ensinamentos em fases e desafios, é um incentivo a mais na hora de aprender algo novo. O importante é que os pais e responsáveis sempre estipulem horários para jogar e que isso não interfira em outras responsabilidades.

2.  Use desenhos animados

Os desenhos animados são excelentes opções para que crianças menores tenham o primeiro contato com línguas estrangeiras. Existem muitos desenhos que estimulam o aprendizado ensinando-as a contar, mostrando as cores em outras línguas e introduzindo nomes de animais.

Procure desenhos que explorem a parte visual e que a criança não precise entender completamente o que está sendo dito para compreender a história. Acompanhe o desenvolvimento dela apresentando desenhos mais difíceis e converse com ela sobre essas histórias. Os desenhos podem ser encontrados para faixas etárias distintas e estão disponíveis na Netflix e no YouTube.

3. Converse em outro idioma

Crianças aprendem a língua nativa por meio do exemplo de pais e familiares, e não é diferente com a segunda língua. Mesmo que os responsáveis não saibam uma segunda língua fluentemente, estimular o aprendizado inserindo palavras novas e repetindo-as nas rotinas diárias é importante.

Por exemplo, procure inserir saudações em português e inglês sempre que a criança chegar ou sair de casa. Além disso, crie desafios que fomentem a curiosidade por novas palavras e expressões e dê recompensas a cada conquista.

4. Leia livros em outras línguas

Assim como os games e os desenhos, os livros são fontes ricas de aprendizado. Mesmo que a criança já esteja em uma idade avançada, comece comprando livros para bebês e crianças menores. Isso faz com que o(a) jovem faça relações entre as palavras e gravuras e, gradativamente, desenvolva-se, compreendendo livros com mais textos e menos figuras.

5. Ouça músicas estrangeiras

Para que o aprendizado de uma nova língua seja completo, é preciso que a criança receba estímulos de todas as partes: visual, auditiva e escrita. A música auxilia a compreensão e expressão da língua e materializa os ensinamentos aprendidos de forma visual e textual.

Além das músicas cantadas em outras línguas, existem aquelas criadas para o meio educacional, que trabalham a pronúncia e o sotaque. Também há a possibilidade de acessar sites com as letras originais e a tradução das músicas. Assim, a compreensão será mais completa e dinâmica.

6. Utilize aplicativos

A tecnologia deve ser utilizada a favor do aprendizado de seu(sua) filho(a). Por isso, baixe e utilize aplicativos educativos. Há opções gratuitas, como Duolingo, Babbel e Lingualeo, que podem ser baixados tanto em iOS quanto em Android e têm interfaces envolventes e atrativas para a criança.

Há atividades em que o(a) adolescente precisa montar frases na ordem correta, fazer o jogo da memória com os tempos verbais corretos e completar vídeos e cenas com legendas durante a exibição.

Há várias formas de estimular o aprendizado de novas línguas. O mais importante é que os pais compreendam que quanto mais essas atividades forem realizadas na rotina da criança, mais naturais serão o aprendizado e a compreensão. Há jovens que têm uma facilidade maior em aprender uma nova língua pela escrita e, em outros casos, há a facilidade por meio da leitura. Identifique em qual caso seu(sua) filho(a) se encaixa e desenvolva essa habilidade.

Portanto, o aprendizado de idiomas tem uma relação muito grande com as atividades desenvolvidas na rotina da criança que são complementares aos ensinamentos vividos na sala de aula. Além de estimular os filhos a aprender uma nova língua, é preciso estimulá-los de outras formas, a fim de melhorar o seu desenvolvimento como um todo. Quer saber mais sobre esse assunto? Então, veja dicas sobre esse tema no nosso post blog!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.