como entrar na faculdade publica

Como entrar na faculdade pública? 7 dicas para compartilhar com seu(sua) filho(a)

Estudar em uma instituição de ensino superior de qualidade é o sonho de muitos estudantes, visto que essa é uma oportunidade importante para o futuro profissional. Saber como entrar na faculdade pública, portanto, é fundamental para a preparação ser correta, aumentando a chance de sucesso.

Pais e mães têm papel importante para ajudar os filhos a alcançar o sonho de cursar uma faculdade. O incentivo é a base para que os estudantes se esforcem. Além disso, o compartilhamento de informações relevantes também contribui de maneira decisiva.

Pensando nisso, trouxemos sete dicas de como ajudar seu(sua) filho(a) na preparação para entrar em uma faculdade pública. Confira nossas sugestões!

1. Apoie as escolhas

A primeira atitude deve ser apoiar as escolhas dos filhos. Isso é fundamental para os estudantes entenderem que terão o apoio necessário durante a preparação, sabendo que não serão desestimulados durante essa jornada.

Muitas vezes, a família deseja que os filhos sigam as carreiras dos pais ou que passem a trabalhar no negócio familiar. Essas não são opções ruins, entretanto podem não representar o desejo de seu(sua) filho(a). Por isso você deve entender quais são os anseios e sonhos dele(a).

É muito difícil se preparar para um vestibular quando os pais ou demais familiares não apoiam a decisão. Portanto, mostre como a faculdade é um momento importante para o futuro, dando o suporte necessário ao(à) seu(sua) filho(a), de modo que ele(a) continue estudando com afinco.

2. Incentive o foco nos objetivos

Os pais também podem incentivar os filhos a manter o foco nos objetivos. Entrar em uma faculdade pública não é uma tarefa muito simples, por isso é normal que os estudantes desanimem no meio do percurso e tenham quedas de rendimento nos estudos.

Nesses momentos, você pode mostrar que o caminho é complicado, mas a perseverança vale a pena. Essa atitude ajuda a devolver o foco, trazendo mais motivação para os estudos e força para continuar a preparação.

Lembre-se de não confundir o incentivo com pressão e cobrança. Algumas vezes, no intuito de ajudar, é normal pressionar os estudantes de uma maneira que não será benéfica. Pensando nisso, tenha cuidado na abordagem e priorize a orientação com carinho e compreensão.

3. Auxilie na preparação do cronograma de estudos

Outra forma de contribuir com seu(sua) filho(a) é ajudar na elaboração do cronograma de estudos. A organização é fundamental para que todos os conteúdos sejam revisados e estudados, garantindo o conhecimento completo para se dar bem nos vestibulares.

Com experiência, os pais podem ajudar a separar as matérias conforme a necessidade do(a) filho(a) e tornar o cronograma otimizado. Desse modo, instrua para que as matérias mais difíceis sejam priorizadas, assim como aquelas que têm peso maior para o curso desejado.

Além disso, ajude a posicionar o estudo na rotina, de maneira que esse tempo seja bem aproveitado. Demonstre também a importância das pausas, do descanso e do lazer, pois o excesso de estudo pode atrapalhar a concentração e o desempenho. O ideal é ter um cronograma equilibrado, que ajude a manter a calma e a motivação.

4. Entenda as diferentes opções existentes

Não existe apenas um caminho de como entrar na faculdade pública, por isso é importante entender diferentes opções existentes. O vestibular tradicional é uma das possibilidades, tendo como desvantagem o fato de ser utilizado apenas na instituição que o oferece.

Já o governo dispõe de alternativas interessantes e mais abrangentes. Por meio do Enem, por exemplo, os estudantes podem realizar uma prova que será utilizada por diversas instituições como critério de seleção.

Além disso, é importante se cadastrar no Sisu, programa que seleciona os candidatos que deverão ingressar nas instituições públicas de ensino superior. Para isso, é necessário ter realizado a prova do Enem.

5. Ofereça os melhores recursos de estudos

Bons recursos de estudos também são importantes para uma preparação adequada para os vestibulares e exames que serão feitos. Os pais podem ajudar nesse aspecto, oferecendo bons materiais aos filhos, como notebooks, apostilas com bom conteúdo, entre outros.

Além desses materiais, é importante cuidar do ambiente de estudo. É interessante separar um local da casa para que seu(sua) filho(a) tenha tranquilidade e conforto para estudar.

Uma mesa e cadeiras adequadas ajudam a manter a motivação e a saúde durante as horas de estudo. Outro ponto essencial é um espaço que seja silencioso, com pouca movimentação dos membros da família, pois o barulho e as interrupções prejudicam a concentração e o desempenho.

6. Apresente alternativas

Existem diversos cursos e graduações disponíveis, assim como instituições diferentes. É importante conhecer todas as alternativas a fim de encontrar a opção mais adequada para o seu(sua) filho(a). Portanto, descubra qual é o interesse dele(a) e quais formações se encaixam nessa área.

Depois disso, é importante procurar as instituições públicas que oferecem a formação na área desejada e ver quais delas são opções viáveis. É preciso considerar as probabilidades de entrar, a distância da sua casa, a possibilidade de mudança para outras cidades, entre outros aspectos.

7. Ajude corrigindo os testes

Outra forma interessante de contribuir nos estudos é ajudar a corrigir os testes. Durante a preparação, é normal que os estudantes resolvam diversas questões, seja de provas antigas das universidades, seja de edições passadas do Enem, seja de questionários enviados pelo colégio.

Os pais podem ajudar a corrigir esses testes, sendo uma tarefa simples, mas que exige tempo. Dessa maneira, demonstram a importância que dão para os estudos e, ainda, aliviam um pouco a carga dos filhos. No fim da correção, também é interessante avaliar quais disciplinas trouxeram mais erros e reprogramar o cronograma de estudos de acordo com os resultados.

Neste artigo, mostramos como entrar na faculdade pública é um sonho dos estudantes e de que maneira os pais podem ajudar nesse contexto. Auxiliar seu(sua) filho(a) a encontrar a melhor opção para o futuro é fundamental para aumentar o foco nos estudos e nos objetivos. Lembre-se de respeitar os desejos e as prioridades dele(a), incentivando o estudo, sem pressionar.

Gostou de aprender mais sobre o tema? Então, aproveite para ler outro artigo de nosso blog que mostra como a nota do Enem pode ser utilizada pelo seu(sua) filho(a)!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.