enem 2021

Enem 2021: a preparação deve começar desde já!

Quem pretende realizar o Enem 2021 deve se preparar com antecedência para a avaliação com o intuito de garantir boas notas e a tão sonhada vaga no Ensino Superior. Para isso, é muito importante se organizar e ter um planejamento e um cronograma que englobe todo o ano de estudos.

Como o conteúdo da prova costuma ser extenso e denso, é essencial conhecer previamente quais são os assuntos que mais caem no exame e dedicar-se para dar tempo de estudar todas as disciplinas. Além disso, o(a) candidato(a) ainda deve produzir uma redação, que é um fator de desclassificação e reprovação.

Quer saber como planejar os estudos para o Enem 2021? Continue a leitura a seguir e veja as nossas dicas sobre o assunto!

Investir na organização do tempo

Muitos estudantes apresentam dificuldade em encontrar tempo para estudar, justamente por conta da falta de organização. No entanto, é importante sempre reservar um período mínimo diário para revisar as matérias cobradas no exame a fim de não ficar para trás dos concorrentes.

Assim, o primeiro passo é definir um cronograma bem detalhado para começar a criar uma rotina de estudos que consiga contemplar todos os conteúdos exigidos na prova. É possível estabelecer os melhores horários para se dedicar, considerando outras obrigações e os compromissos pessoais.

Para melhorar o rendimento do(a) estudante, também é válido segmentar as horas do dia com cada atividade que deve ser feita, até porque algumas disciplinas podem tomar mais tempo do que outras. No planejamento, ainda é essencial dividir o tempo disponível entre leituras, revisões, simulações e exercícios, que são fundamentais para a melhora da compreensão do conteúdo.

Ter um espaço específico para os estudos

Contar com um ambiente silencioso e calmo em casa para se dedicar aos estudos também é essencial. O importante é que o(a) seu(sua) filho(a) não seja interrompido(a) ou incomodado(a) por familiares e por pessoas do seu convívio, pois isso pode prejudicar o seu planejamento e atrasar o tempo reservado do seu cronograma.

Ser interrompido nos estudos frequentemente pode atrapalhar o foco e a atenção e, consequentemente, a produtividade. Por isso, o indicado é separar uma mesa com todos os materiais e recursos necessários para o aprendizado, como computador, estojo, caneta, livros, cadernos, entre outros.

Locais barulhentos, movimentados e cheios de distrações naturalmente tiram a atenção do(a) candidato(a). Assim, é importante conversar com os familiares e com as pessoas que moram com você sobre o momento do(a) estudante, explicando que, em alguns horários, ele(a) precisará da contribuição e do apoio de quem está ao seu redor. 

Ler sobre as atualidades

Quem se prepara para o Enem já deve ter percebido que é fundamental estudar atualidades para obter um bom resultado na avaliação. Basicamente, elas são cobradas em todas as disciplinas, podendo aparecer nas provas de História, de Literatura, de Matemática, de Física, entre outras.

O intuito dos avaliadores é analisar se o(a) candidato(a) tem capacidade de contextualizar acontecimentos históricos e atuais dentro do cenário de desenvolvimento social e econômico. Tais questões também servem para verificar se os alunos têm bom domínio da Língua Portuguesa e se sabem interpretar de forma correta o que é cobrado na prova. 

No Enem, o(a) aluno(a) deve estar sempre atualizado para demonstrar a sua capacidade de argumentação e o domínio sobre os temas. As atualidades ainda desempenham um importante papel na prova de redação, pois é por meio do conhecimento que os estudantes conseguem apresentar bons argumentos, expor os seus valores e defender os seus pontos de vista.

Entender como foi a última prova

Outra dica muito importante para quem quer se destacar no Enem 2021 é entender como foi a última prova do exame, aplicada em janeiro. Com isso, é possível conhecer o formato, os conteúdos mais cobrados e como funciona o sistema de correção da avaliação.

Além disso, também é interessante buscar as provas dos anos anteriores para conhecer o nível de exigência das questões. Para tanto, é válido analisar detalhadamente a estrutura e as características do exame, pois isso será fundamental para o planejamento da sua estratégia de estudo.

É possível imprimir a prova ou respondê-la diretamente no computador, anotando quais são as dúvidas mais recorrentes e as disciplinas em que o(a) estudante sente mais dificuldade. Outra dica é cronometrar o tempo gasto para a resolução de cada prova e cada questão para conhecer aos poucos o seu próprio ritmo e fazer os ajustes necessários com antecedência.

Preparar-se para a redação desde já

Ao contrário de alguns vestibulares, o Enem exige a apresentação de uma competência leitora e interpretativa dos candidatos para a aprovação no exame. Ou seja, é preciso produzir uma redação dissertativo-argumentativa de acordo com o tema proposto pela banca examinadora do Enem.

A avaliação cobra conhecimentos de temas da atualidade, geralmente associados à política, à economia, à sociedade, ao meio ambiente, à cidadania, entre outros. O(a) candidato(a), com isso, deve entender o que é pedido no enunciado e relacionar as informações com os conteúdos interdisciplinares.

A preparação para a redação é tão importante quanto para as outras matérias, sendo um dos motivos mais comuns de desclassificação. Uma boa dica é reservar um período exclusivo da semana no cronograma de estudos para a produção de redações no estilo do Enem e solicitar que algum colega ou professor corrija o texto.

Encontrar uma escola de qualidade

Uma maneira descomplicada de ter um bom preparo para o Enem é contando com o suporte de uma escola de qualidade para instruir o(a) candidato(a) em seus estudos. Principalmente no Ensino Médio, é comum que as instituições apliquem simulados para que os estudantes se acostumem e criem familiaridade com a abordagem da prova.

Uma escola de qualidade ainda conta com bons professores, especialmente treinados e qualificados para atender aos alunos e sanar as suas dúvidas. O apoio fornecido no processo de aprendizagem pode ser um diferencial importante para quem está se preparando para a aplicação do Enem 2021.

Algumas instituições ainda priorizam a orientação do(a) estudante que apresenta dificuldades de assimilação nas diferentes disciplinas. Com isso, é possível identificar as fragilidades e os pontos fortes do(a) discente para obter um melhor rendimento.

Tenha em mente que, quanto antes a preparação for iniciada, melhores serão os resultados no Enem 2021. Contar com o suporte de uma instituição de ensino de qualidade pode fazer toda a diferença nesse momento, permitindo que o(a) candidato(a) alcance uma boa nota na avaliação e conquiste uma vaga no Ensino Superior de maneira descomplicada. 

Gostou do conteúdo? Saiba como o Colégio Academia pode ajudar o(a) seu(sua) filho(a) a se destacar no Enem deste ano: entre em contato com a nossa equipe!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.