metodologia de ensino

Conheça 6 metodologias de ensino e a importância delas para o seu filho

A educação dos filhos é uma preocupação de todos os pais, afinal o objetivo é proporcionar um desenvolvimento saudável aos seus pequenos, certo? A metodologia de ensino utilizada por uma instituição é um indício importante sobre as técnicas que serão empregadas e demonstra quais são os objetivos educacionais.

Os diferentes tipos de metodologia diferenciam o aprendizado das crianças. Portanto, é importante encontrar a instituição que oferece o que você deseja para o(a) seu(sua) filho(a), ou seja, o foco deve estar de acordo com o estilo de educação considerado mais adequado pela família.

Neste artigo, vamos explicar o que é metodologia de ensino e mostraremos seis métodos comuns utilizados nas escolas. Confira!

Entenda o que é metodologia de ensino

A metodologia de ensino reúne todas as ferramentas utilizadas por uma instituição a fim de cumprir seus objetivos educacionais. Ela define os métodos e as práticas que serão utilizadas pelos educadores para transmitir o conhecimento aos alunos.

Dessa forma, a metodologia direciona como os professores passarão o conhecimento e quais serão as ferramentas e estratégias utilizadas. Ela impacta diretamente a participação dos estudantes, que pode ser mais direta ou passiva, de acordo com os objetivos da escola.

Por meio desse método, os pais descobrem quais são as prioridades das escolas, como desenvolver aspectos emocionais, sociais, ou apenas o lado teórico. Por isso, é importante conhecer os diferentes métodos e entender de que forma cada um deles contribui no processo de desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Conheça 6 metodologias de ensino

Depois de entender mais sobre o conceito, é importante compreender as diferenças de cada método utilizado. A seguir, conheça as metodologias de ensino e suas características!

1. Tradicional

A metodologia tradicional é uma das mais aplicadas nas escolas do Brasil. Nela, o foco está nos professores, que são os detentores do conhecimento e precisam passar o conteúdo para os estudantes. Sendo assim, a participação dos alunos é passiva, apenas recebendo o conteúdo apresentado em sala de aula.

As informações são passadas de forma hierárquica, privilegiando sempre o conteúdo e a memorização dele. Os jovens têm metas a cumprir dentro de prazos determinados, analisadas por meio de provas, avaliações e trabalhos. Os estudantes que não alcançam a nota mínima estipulada serão reprovados, resultando na repetição do ano.

2. Construtivista

A metodologia construtivista é o oposto da tradicional, pois os estudantes são os protagonistas do aprendizado. Nesse contexto, os professores se tornam facilitadores desse processo, oferecendo as condições e informações necessárias para os alunos aprenderem.

Portanto, o conteúdo e o ensino são utilizados como ferramentas para que os jovens construam seu conhecimento por meio de resolução de problemas. Desse modo, eles precisam experimentar diferentes soluções a fim de chegar até a melhor alternativa. A ideia é não oferecer provas para avaliar os alunos, porém algumas instituições utilizam esse método.

3. Sociointeracionista

Esse método mescla alguns elementos de outras metodologias. O objetivo é motivar os alunos por meio de atividades em equipe e desenvolver as habilidades socioemocionais. Desse modo, o conhecimento não está concentrado apenas nos aspectos cognitivos, mas oferece um desenvolvimento mais completo.

Os estudantes são estimulados a inovar, liderar projetos, criar soluções e se relacionar com os colegas. O reconhecimento não é dado apenas pelos resultados conquistados, mas também pelo esforço empregado nesse caminho. A intenção é desenvolver características que serão relevantes para vida, como criatividade, proatividade, pensamento crítico e perseverança.

4. Freiriana

Essa metodologia tem base na teoria de Paulo Freire e é conhecida como Educação Libertadora. O objetivo é promover o desenvolvimento da visão crítica dos estudantes por meio das práticas em sala de aula. Dentro dessa ideia, os professores devem apresentar os conteúdos sem que eles sejam uma verdade imutável, permitindo a evolução de maneira conjunta com os alunos.

Com esse objetivo, o(a) educador(a) precisa considerar os aspectos culturais, sociais e humanos de cada estudante, para ouvir, entender e ajudar a melhorar a compreensão do mundo por meio do conhecimento. Portanto, o diálogo ganha papel fundamental no ensino, sendo uma forma de trazer liberdade aos jovens.

5. Waldorfiana

A metodologia Waldorfiana visa ao desenvolvimento integral da criança como ser humano, não apenas o aspecto intelectual. Dessa forma, é priorizado o aprimoramento físico, anímico e espiritual dos estudantes. As aulas estimulam tanto o pensar quanto o sentir, sendo que a meta é preparar para a vida, desenvolvendo o raciocínio, a capacidade crítica e os aspectos emocionais.

De modo a desenvolver esses aspectos, os alunos contam com um(a) professor(a) que permanece com um grupo por um ciclo, o qual não funciona como nas séries tradicionais. Também existem aulas ministradas por outros educadores para cobrir partes do currículo, que dá bastante espaço às artes, aos trabalhos manuais e à culinária.

6. Montessoriana

O método montessori foi desenvolvido pela pedagoga Maria Montessori e tem o foco em crianças, por isso é adotado por escolas de ensino infantil e fundamental. A ideia é que todos os estudantes têm capacidade para aprender sozinhos, por isso devem ser incentivados a exercer atividades com autonomia, iniciativa e independência.

O(a) professor(a) atua como um guia e as salas de aula não são montadas de modo tradicional, utilizando o formato em U ou grupos. Além disso, o chão é um recurso explorado, com o uso de tatames e tapetes. O ambiente contém diversos objetos que estimulam o aprendizado.

As atividades ficam distribuídas pela sala, portanto os estudantes podem escolher o que fazer em cada dia. Existem módulos a serem cumpridos, porém a liberdade é parte fundamental desse método.

Neste artigo, apresentamos o que é metodologia de ensino e os diferentes métodos utilizados pelas instituições. No momento de escolher uma escola para o(a) seu(sua) filho(a), é fundamental avaliar esse aspecto, tomando uma decisão de acordo com os valores que sua família valoriza. Assim, o processo de aprendizagem tende a ser eficaz, contribuindo para o desenvolvimento completo da criança ou adolescente.

Gostou de conhecer mais sobre os diferentes métodos de ensino? Então, entre em contato conosco e entenda como é a metodologia do Colégio Academia e de que modo contribuímos para o desenvolvimento do(a) seu(sua) filho(a)!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.