o que é fake news

 Aprenda agora o que é fake news e como identificar esse conteúdo!

Você sabe identificar o que é fake news? As notícias falsas não são exclusividades do nosso século, mas a tecnologia e a internet facilitaram a propagação desse tipo de conteúdo. Se antes já existiam boatos e rumores sobre alguma informação duvidosa, hoje, centenas de sites, mensagens e informações chegam até nós sem uma curadoria ou confirmação de que os dados são verdadeiros.

Portanto, é fundamental que não só a escola, mas também os pais e familiares ensinem as crianças, por meio do exemplo, como é importante se informar e o jeito de fazer isso com qualidade, sem a propagação de fake news.

Entenda melhor sobre esse tema e veja como trabalhá-lo com os seus filhos.

Por que é importante combater as fake news?

Disseminar notícias falsas não é algo atual, mas o termo “fake news” começou a ser utilizado a partir de 2016. Segundo mostra o Google Trends, a expressão se tornou comum durante a eleição presidencial dos Estados Unidos. Mas por que é tão importante combater esse tipo de conteúdo? Por que não devemos apenas ignorá-lo?

Muitas fake news que encontramos na internet falam sobre assuntos supérfluos, como o relacionamento de celebridades ou uma dieta milagrosa. Contudo, nos últimos anos, o número de notícias falsas referentes a assuntos importantes aumentou consideravelmente, como aquela que apontava as vacinas como a causa de autismo nas crianças.

Além de alarmista, a notícia era completamente sensacionalista e falsa, mas muitos pais acreditaram não só nessa, como em outras informações falsas. Isso ocasionou um aumento significativo de crianças não vacinadas no mundo inteiro.

Portanto, as fake news se espalham rapidamente e são extremamente perigosas para as pessoas que acreditam nela e também para aquelas que não acreditam, mas não fazem nada.

No caso citado, o aumento de crianças não vacinadas no mundo inteiro pode trazer de volta doenças erradicadas em vários países, além de aumentar os gastos do governo com a saúde para cuidar de pessoas que poderiam estar saudáveis, caso tivessem tomado a vacina. As fake news impactam a vida de todas as pessoas, por isso deve ser combatida por todo mundo.

Como identificar o que é fake news?

As crianças precisam aprender com os pais o hábito de se manterem informadas e combater as fake news. Afinal, os pequenos ainda estão formando o seu senso crítico e são mais propensos a acreditarem em notícias falsas. Por isso, cabe aos responsáveis ajudá-los a entender o que é verdade ou não e como identificar isso da melhor maneira.

O número de notícias falsas é grande, pois muitas pessoas compartilham conteúdos com amigos e familiares sem se preocuparem se aquilo é verdade ou não. Para muitos, trata-se apenas uma brincadeira, sem impactos negativos. No entanto, elas podem ser prejudiciais à sociedade.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para não cair em fake news e como combatê-las.

Sempre pesquise a fonte da informação

Normalmente, as notícias falsas aparecem em sites totalmente desconhecidos. Por isso, abra a notícia e verifique a fonte da informação. Se, mesmo assim, você estiver com dúvidas, utilize portais que verificam conteúdos suspeitos, como Fato ou fake, E-farsas, Boatos.org, Fake Check e Agência Lupa.

Leia o conteúdo inteiro e verifique a data de publicação

Muitas pessoas, principalmente as que utilizam o WhasApp, compartilham informações apenas lendo o título. Por isso, é importante abrir o conteúdo, ler toda a informação e conferir a data da publicação. Por vezes, a informação pode até ser verdadeira, mas, se o conteúdo estiver desatualizado, não faz sentido nenhum compartilhar.

Pesquise outras fontes conhecidas e veja se ela fala sobre esse assunto

As notícias falsas surgem em maior quantidade quando o momento em que o país ou o mundo vive é de grande importância. Assim, em eleições presidenciais ou no caso de um acontecimento como a pandemia do COVID-19, muitas fake news são compartilhadas.

Se o momento é tão importante e aquela notícia traz uma informação tão relevante, certamente outros veículos de comunicação também vão falar sobre o assunto. Portanto, se você estiver com dúvidas, faça uma pesquisa rápida em outros sites e confira se eles estão tratando sobre o mesmo assunto. Dificilmente só um meio noticioso terá essa informação.

Não compartilhe textos sem fontes

É comum recebermos grandes textos nas redes sociais contando uma história, uma grande descoberta ou o caso de um conhecido, mas no final não há ninguém assinando o fato ou as informações não são suficientes para comprovar sua veracidade. Por mais que a intenção seja a de ajudar, não compartilhe sem saber se é verdade. Caso contrário, você pode estar contribuindo para a disseminação da fake news.

Confira os dados em sites especializados

As fake news sobre doenças são as mais prejudiciais. Por isso, quando você ler alguma informação tratando sobre uma cura ou a disseminação da doença por tais fatores, verifique em sites especializados.

O site do Ministério da Saúde é uma das opções para verificar tais informações. Além disso, pesquisas relevantes sempre serão publicadas em artigos e revistas especializadas, portanto não acredite na opinião de médicos e cientistas sem a comprovação com estudos.

Sempre denuncie conteúdos falsos

Depois de todas essas dicas, se você encontrar um conteúdo falso, além de não replicar, denuncie. No Facebook e no Instagram, já é possível classificar a publicação como spam ou falso. No caso de aplicativos como WhatsApp e Telegram, sempre informe ao remetente da informação que ela é falsa e peça para não divulgar a mais ninguém.

É importante nunca replicar conteúdos que você não tem certeza da procedência e sempre vá atrás das fontes, pois a educação virtual é uma das formas de detectar notícias falsas.

As crianças estão cada vez mais imersas no mundo digital, e esse aprendizado deve ser construído com a supervisão dos pais. Assim, todos estarão “alfabetizados” nesse novo cenário, evitando que esse tipo de notícia seja propagado e impacte negativamente a vida das pessoas.

Agora que você já sabe o que é fake news, aprendeu a detectar notícias falsas e entendeu a importância de criar esse bom hábito nas crianças, compartilhe este conteúdo nas redes sociais e espalhe algumas boas dicas.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.