Papel dos professores na educação: entenda a importância!

Entenda qual é o papel do professor na educação dos alunos

O papel dos professores na educação dos alunos é basilar e também muito desafiador. O professor é uma figura importante na escola e na sociedade, uma vez que são esses agentes que formam cidadãos que vão construir o futuro.

Com o passar dos anos e a necessidade de um aprendizado mais aproximativo, o perfil desse profissional se transformou e deixou de ser tão técnico e, muitas vezes, frio, passando a ser mais próximo dos alunos, com enfoque em aspectos cognitivos e emocionais.

Continue lendo este conteúdo para entender melhor sobre a importância do educador na vida de seu(sua) filho(a)!

Principais papéis de um professor

Os professores superam obstáculos diariamente, desde a formação. Essa profissão requer uma gama de habilidades tanto técnicas, que devem ser aprendidas em uma faculdade, quanto norteadoras, que servirão de guias e mediadoras dos alunos.

Por isso, o papel do professor vai muito além de mostrar conhecimento aos estudantes. Os docentes também são responsáveis por ensinar as crianças e adolescentes a trabalhar em grupo, estimular a criatividade e o pensamento crítico e dar o auxílio necessário para que os estudantes alcancem seus objetivos.

Podemos dizer que há três papéis principais de um professor em sala de aula. Conheça cada um deles:

Questionador

Ser um questionador e levar perguntas para a sala de aula é um dos papéis que devem ser desempenhados pelos mestres. Sócrates já utilizava essa metodologia na Grécia Antiga e conduzia Platão e Xenofonte, que eram seus alunos, a grandes reflexões.

Esse estilo de ensinar é conhecido como método socrático e é baseado no diálogo e na proposição de questões que parecem simples, mas que desencadeiam reflexões e pensamentos críticos sobre os temas abordados.

Essa metodologia pode ser utilizada para todas as séries e, em cada caso, há formas diferentes de abordagem. No caso da pré-escola, o professor pode ser questionador em momentos de brigas e desentendimento entre as crianças. Elas devem entender o motivo da briga e reconhecer que não estão agindo da melhor forma. Já com os adolescentes, eles podem ser convidados a pensar criticamente sobre assuntos que permeiam a sociedade e que muitas vezes são temas de provas, como o ENEM.

Instrutor

O papel de instrutor tem relação direta com a organização dos programas de aula, pois implica exposição de conceitos e demonstrações de teorias em forma de trabalhos, exercícios e avaliações. A partir dessas ações, o professor conseguirá avaliar o desenvolvimento dos alunos e verificar em quais pontos há maiores dificuldades e como elas podem ser corrigidas.

Treinador

Cada metodologia trabalhada pelos professores e pela escola deve abarcar métodos de avaliação, pois o professor é um treinador e, portanto, precisa avaliar o desempenho dos alunos. As avaliações podem ser feitas por notas individuais, em grupos ou por conceitos, mas devem existir, a fim de que haja um retorno para os estudantes e pais do que está funcionando ou não.

Nesse caso, os educadores são guias e mostram aos alunos os melhores caminhos e alternativas para atingir um objetivo. Para os adolescentes, os professores se tornam conselheiros sobre carreira, escolhas e definição de perfil profissional.

O desenvolvimento profissional do professor

Para que o profissional se desenvolva e se torne um professor capacitado, é preciso que ele se comprometa com o aprendizado e incentive a evolução do(a) aluno(a). Nesse contexto, a formação, dedicação e aprimoramento ao longo da carreira são fundamentais aos docentes.

É preciso que a escola trace metas e defina um modelo educativo, para então procurar profissionais que sejam adequados ao modelo proposto. Como a prática pedagógica vai além dos saberes, é necessário reconhecer as complexidades exigidas e pensar em um desenvolvimento profissional que exceda a formação específica. Por isso, é tão importante que pais e responsáveis se envolvam na rotina educacional dos filhos e busquem colégios que se alinhem aos ideais da família.

O professor pode se desenvolver por meio de três esferas: individual, coletiva e organizacional.

Dimensão individual

Nesse contexto, o professor desenvolve sua especialidade ao longo da vida, por meio de realização de cursos que complementam sua formação inicial. Deve partir do indivíduo o interesse em participar de congressos e eventos que tenham relação com a sua área, a fim de enriquecer o conhecimento com experiências.

Dimensão coletiva

Na dimensão coletiva, o professor deve buscar conhecimento em palestras e cursos voltados para aprendizagem profissional. Ou seja, buscar ações que visem melhorar os métodos de ensino e aprendizagem dentro da sala de aula. Essa dimensão tem uma maior relação com conceitos mais abstratos do que técnicos, pois almeja melhorar o processo de absorção do conteúdo dos alunos, potencializando o conhecimento.

Dimensão organizacional

Nesse âmbito, a escola ou instituição deve apresentar meios e formas para que o profissional compartilhe ideias e interaja com seus pares. Além de envolver o corpo docente, esse estímulo auxilia a interação entre professores de diferentes áreas, que poderão discutir, conjuntamente, sobre determinadas metodologias e ações para cada série.

Para fomentar esse desenvolvimento, a escola pode usar ferramentas, como provas com questões interdisciplinares, uso da tecnologia para otimizar a prática pedagógica, espaços compartilhados para o corpo docente, incentivo de qualificação aos profissionais e disponibilização de instrumentos que viabilizem e melhorem o ensino.

O trabalho dos educadores requer um conjunto de saberes e ações que não são aprendidos do dia para a noite. Deve existir um esforço em conjunto e um propósito para que a tríade escola—professor—aluno se desenvolva de forma articulada e com um mesmo objetivo.

Além disso, quando os pais estão envolvidos nessas ações, fica compreensível identificar os problemas dos filhos e estabelecer um canal de comunicação com os educadores. Assim, escolher a escola ideal para os pequenos se torna mais fácil quando a família sabe o que procurar.

O papel dos professores é fundamental, mas a escola e os profissionais por si só não são suficientes para suprir as necessidades educacionais. A família tem um papel central nesse processo e deve incentivar e acompanhar os trabalhos desenvolvidos no colégio.

Se você quer saber mais sobre a importância da família na escola, leia o nosso texto sobre o tema no blog!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.