projeto de vida

  Confira 6 dicas de como ajudar seus filhos a elaborarem um projeto de vida

O que você quer ser quando crescer? Essa é uma pergunta frequentemente feita a muitas crianças, não é mesmo? No entanto, várias delas não fazem a menor ideia e não conseguem formular uma resposta concreta para esse assunto. Ainda que não exista nenhum problema em não ter o futuro traçado, elaborar um projeto de vida pode ser uma opção interessante.

O projeto de vida é uma maneira de gerar foco e ambição em crianças e adolescentes, além de os ajudar a ter mais determinação e a desenvolver várias outras características. Isso auxilia no desenvolvimento de metas e objetivos e, claro, na conquista de todos esses fatores.

Mas, afinal, como ajudar meu(minha) filho(a) a traçar esse projeto? Como isso pode ser feito de maneira a não gerar ansiedade e outros problemas? Confira, a seguir, dicas para alcançar o equilíbrio e estimular seu(sua) jovem de uma maneira saudável e segura. Boa leitura!

O que é um projeto de vida?

Projeto de vida é o nome, genérico, dado às metas e objetivos que uma pessoa pretende seguir ao longo de sua jornada, seja ela pessoal ou profissional. Esse tipo de atitude é extremamente importante para gerar foco.

Um projeto bem-feito pode ajudar muito na conquista de objetivos, já que permite a criação de estratégias que possibilitam a melhor qualificação e preparação do(a) estudante rumo a essas “linhas de chegada”.

Qual é a linha tênue entre metas e ansiedade?

No entanto, apesar de ser extremamente benéfico, o projeto de vida tem um lado negativo: a possibilidade de ultrapassar uma linha tênue e se tornar um foco de ansiedade. Além disso, muitas vezes, nossas metas não são atingidas por diversos fatores e isso pode gerar uma sensação de frustração.

Por isso, trabalhar a adaptabilidade às situações adversas é algo fundamental. O projeto de vida não deve ser seguido à risca e, sem dúvidas, obstáculos surgirão e objetivos mudarão ao longo do tempo. Sendo assim, é essencial ter isso em mente, já que é impossível prever o que está por vir.

Como estimular a criação de um projeto de vida de forma saudável?

Dito isso, fica a pergunta: como podemos estimular o desenvolvimento de um projeto de vida sem sobrecarregar e gerar ansiedade na criança ou no adolescente? Veja, a seguir, algumas dicas essenciais:

1. Eduque a partir de valores sólidos

A educação de uma criança deve ser feita a partir de bases sólidas, ou seja, deve passar segurança. Esse é um dos pilares da elaboração do projeto de vida.

Por isso, saiba exatamente quais são os valores que você deseja passar ao(à) seu(sua) filho(a), já que eles serão essenciais para a edificação de ideias e ideais. Escolher uma escola que esteja em sincronia com o seu pensamento também é crucial.

2. Apresente várias atividades à criança

Ao nascer, a criança ainda não sabe quais são as suas preferências e é comum que mimetize aquilo que observa em seus pais. No entanto, isso não é o suficiente para a criação de uma personalidade única.

Dessa forma, é fundamental apresentar diversas atividades à criançada e deixar que ela explore sua própria identidade. Novamente, a escola é uma boa aliada nesse processo, com a inclusão de atividades extracurriculares, por exemplo.

3. Respeite os gostos do pequeno

Depois, é hora de respeitar os gostos dessa criança e trabalhá-los de maneira saudável, ainda que eles não sejam exatamente o que você esperava. Lembre-se de que é fundamental não depositar expectativas em seus filhos, a fim de evitar a sensação de ansiedade nessa fase da vida.

Estimular, portanto, as habilidades de seu(sua) filho(a) e ajudá-lo(a) a criar um projeto com base em suas preferências pessoais, sempre respeitando a individualidade, é um dever da família e da escola.

4. Desenvolva o respeito pela rotina

Um dos pontos principais de um plano de vida é, claro, a organização e o apreço pela rotina. Aqui, portanto, é essencial que os pais e o colégio participem em conjunto de modo a ensinar, desde cedo, a importância de seguir as regras e um cronograma.

Isso será extremamente benéfico para o futuro. Seguir um cronograma de estudos, por exemplo, ajuda bastante na preparação para o vestibular. Desenvolver esse cuidado também é importante para o mercado de trabalho e para a vida pessoal. Mais uma vez, tudo está interligado.

5. Não seja autoritário

Ainda falando sobre respeito, é muito importante que você não seja autoritário no tratamento dedicado às crianças e adolescentes. O papel da família, nesse cenário, não é impor suas opiniões, e sim conduzir o jovem da melhor maneira possível.

Tenha sempre isso em mente na hora de ler o próximo passo, que tem uma relação direta com a organização da rotina para que o jovem possa, no futuro, alcançar os seus objetivos, e priorize o diálogo acima de qualquer outra coisa.

6. Ensine sobre resiliência

Por fim, precisamos falar sobre a resiliência, habilidade de se adaptar às adversidades e ainda assim não “deixar a peteca cair”. Um jovem resiliente tem muito mais chances de obter sucesso no futuro e, claro, de não cair nas armadilhas da sensação de fracasso ou insuficiência.

Por isso, ensinar que nem sempre as coisas saem como planejado, mas que ainda assim é preciso lutar por aquilo que desejamos e ter um plano para seguir é algo fundamental para os pais e para o colégio. Organizar esses pensamentos na cabeça e ter um equilíbrio é crucial para o sucesso.

Qual é o papel da escola nessa questão?

Outro ponto importante no desenvolvimento de um projeto de vida é escolher uma escola que tenha isso como prioridade. Essa instituição deve ser acolhedora e ver cada aluno(a) como um indivíduo único, ajudando-o a desenvolver suas habilidades e a descobrir o próprio potencial.

No Colégio Academia, isso é uma realidade. Aqui, o(a) estudante é visto de modo exclusivo e seus objetivos são levados a sério. Ao longo da formação, atividades extracurriculares e um forte apoio pedagógico ajudam o(a) aluno(a) a traçar o próprio caminho com segurança, habilidades bem desenvolvidas e muito autoconhecimento.

Como podemos ver, é perfeitamente possível traçar um projeto de vida sem sobrecarregar o emocional de uma criança. Quando bem aplicada, essa estratégia auxilia na formação de uma série de características essenciais e promove um grande saldo positivo para a formação do jovem.

Para conhecer outras dicas como essas e ficar sempre antenado sobre as novidades do Colégio Academia, nos siga em nossas redes sociais! Você pode nos encontrar no Flickr, Facebook, Instagram e também no YouTube!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.