redação nota mil

Conheça 7 dicas para ter uma redação nota mil no ENEM!

Conquistar uma redação nota mil no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é o desejo de todos os estudantes. A preparação para essa prova, normalmente, começa no primeiro ano do ensino médio e os alunos têm tempo de treinar e evoluir para a prova, que é realizada ao final do terceiro ano do ensino médio, e serve como entrada para as universidades e faculdades do país.

As provas do Enem são realizadas em dois domingos consecutivos e há questões de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências Sociais, Ciências da Natureza e Matemática, totalizando 180 itens, além da redação.

No primeiro dia, são 45 questões de Linguagens e Códigos e 45 questões de Ciências Humanas e mais a Redação. No outro domingo, são aplicadas 45 questões de Ciências da Natureza e 45 de Matemática. Neste conteúdo, vamos trazer 7 dicas para alcançar a redação nota mil. Confira!

7 dicas para conseguir uma redação nota mil no Enem

Tirar uma boa nota na redação do Enem faz toda a diferença. Afinal, quanto maior for a nota da redação, maiores são as chances de conseguir uma vaga nas universidades mais disputadas do país. Portanto, conseguir uma redação nota mil é um meio de ficar mais perto da vaga almejada. Confira 7 dicas!

1. Leia todo o edital do Enem

Antes de participar de qualquer prova, é preciso saber quais as regras e critérios utilizados por ela. Todas essas informações são compiladas em editais que explicam os detalhes acerca da prova, como data, critérios de avaliação, valores de pontuação, valor de inscrição, documentos necessários, pré-requisitos e outros detalhes importantes que podem ser cruciais para a eliminação ou manutenção do(a) participante. Portanto, antes de fazer a inscrição, leia o edital completo e fique atento às etapas e datas.

2. Entenda o que é um texto dissertativo-argumentativo

Depois de ler o edital e entender todos os critérios, é importante entender como se faz uma redação. Primeiramente, entenda o que é um texto dissertativo-argumentativo, afinal, ele é o gênero exigido na redação.

Nesse tipo de texto, o(a) autor(a) apresenta um problema, expõe e defende suas ideias e propõe soluções. A melhor maneira de organizar isso em um texto é criando uma estrutura básica com introdução, desenvolvimento e conclusão. Veja:

  • introdução: nessa parte o(a) candidato(a) deve apresentar o tema a ser trabalhado e a tese (problematização) que defenderá;
  • desenvolvimento: aqui, é preciso usar argumentos de diferentes naturezas e os relacionar, de forma a corroborar a tese defendida;
  • conclusão: ao final, o(a) estudante deve propor soluções viáveis aos problemas, concluindo toda a ideia trabalhada ao longo do texto.

É importante que todas essas informações sejam encadeadas ao longo do texto e que o conteúdo tenha coesão e coerência. Para alcançar isso, somente com muito estudo e prática.

3. Pratique na escola e em casa

Uma das formas de entender o que está por vir nas próximas provas é olhar para trás e analisar tudo o que já foi cobrado. Confira uma lista com os últimos temas desde 2011:

  • 2011: Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado;
  • 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI;
  • 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil;
  • 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil;
  • 2015: A persistência da violência contra a mulher no Brasil;
  • 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil;
  • 2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil;
  • 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet;
  • 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Ao analisar os temas, é possível perceber o que já foi cobrado e como a banca aborda problemas e situações do país. Depois disso é hora de praticar. Um(a) aluno(a) com redação nota mil, com certeza, fez dezenas de textos até alcançar a qualidade necessária para a pontuação máxima.

Além das redações exigidas pela escola, organize os estudos e se proponha a fazer, pelo menos, uma redação por semana em casa, afinal a prática é a chave para o sucesso.

4. Entenda os critérios de correção

Durante a leitura do edital, todas as informações acerca da redação estarão elencadas. Assim, ao entender os critérios de correção, é possível avaliar onde há falhas e o que precisa ser melhorado. Por exemplo, a redação deve ter entre 7 e 30 linhas e o texto é avaliado conforme cinco competências, que valem 200 pontos cada. Confira o que é exigido em cada uma delas.

Domínio da norma-padrão

Nesse quesito, será avaliado se o(a) candidato(a) demonstra conhecimento das características da língua escrita e da norma culta. Assim serão avaliados sintaxe de concordância e de regência, verbal e nominal, colocação pronominal, bem como pontuação e aspectos ortográficos.

Compreensão da proposta de redação

Aqui, os avaliadores perceberão se o(a) candidato(a) consegue ir além das informações demonstradas e sabe se posicionar diante da proposta da redação.

Portanto, se um gráfico ou uma imagem não verbal forem utilizados para embasar os dados, os avaliadores verificarão se o(a) estudante sabe interpretar os números ou dados e os transformar em argumento. Ou seja, é avaliado se além dos recursos linguísticos, o(a) aluno(a) também sabe aplicar outras matérias, como física, biologia e matemática em seu texto.

Capacidade de relacionar, selecionar, organizar e interpretar informações

Nesse quesito, os avaliadores verificam a capacidade de o(a) candidato(a) de demonstrar e defender um ponto de vista. Nesse caso, é avaliado a capacidade de redigir um texto dissertativo-argumentativo com a estrutura correta a partir dos textos motivadores, mas sem copiá-los. O(A) aluno(a) deve elencar fatos, argumentos e opiniões e os relacionar ao longo do texto.

Conhecimento da estrutura do texto argumentativo

Como citamos no tópico anterior, é fundamental conhecer a estrutura de um texto argumentativo. Além da escrita ser formal e culta, ela deve seguir a ordem de introdução no primeiro parágrafo, desenvolvimento dos problemas no segundo e terceiro parágrafos, além da solução e conclusão no último parágrafo.

Elaboração de propostas de intervenção para o problema abordado

O Enem avalia a capacidade argumentativa do(a) candidato(a) e o seu posicionamento frente aos problemas.

Aqui os avaliadores não medirão se a solução indicada para o problema é certa ou errada, mas é preciso que o(a) aluno(a) se posicione, seja crítico e tenha uma opinião formada acerca das soluções indicados. Nesse caso, a solução deve ser viável, fazer um bem a toda a sociedade e não desrespeitar valores humanos e de diversidade cultural e social.

5. Veja redações passadas que já atingiram a nota mil

O objetivo de olhar redações passadas que atingiram a nota mil não é de copiá-las, mas sim ter uma referência do que os avaliadores consideram sucesso. Assim, será possível identificar similaridades textuais e encontrar dicas de conteúdo. Veja o que analisar:

  • como é a introdução das redações nota mil;
  • qual o tamanho de linhas utilizadas;
  • como os alunos defenderam seus posicionamentos;
  • como eles utilizaram os textos motivadores.

6. Invista no repertório sociocultural

Ao analisar os temas dos outros anos, fica claro como a banca aborda temas importantes para toda a sociedade. Já foram abordados temas referentes à intolerância religiosa, violência contra a mulher, publicidade infantil e o uso da internet.

Para se manterem atualizados, é importante que os alunos leiam muito, vejam notícias do Brasil e do mundo, ouçam podcasts e debatam com amigos, professores e pais sobre temas importantes, pois isso melhora a capacidade argumentativa.

7. Prepare-se para o dia da prova

Por fim, é importante se preparar para o dia da prova. Durma bem na noite anterior, não se alimente de comidas pesadas, leve água e um lanche frugal para a prova e controle o seu tempo. Ao total, são 5 horas e 30 minutos de prova, que você deve dividir entre o necessário para a execução das questões, fazer o rascunho e passar a redação a limpo.

Portanto, com muito preparo e organização, é possível conquistar uma redação nota mil no Enem. Além disso, é importante que o(a) aluno(a) estude em um colégio de alta qualidade e que incentive e ajude os alunos na construção desse conhecimento.

Se você gostou desse conteúdo e não quer perder nenhuma novidade, siga-nos nas redes sociais, acesse agora nosso Facebook e Instagram.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.