rendimento escolar

Como usar a tecnologia para melhorar o rendimento escolar dos filhos?

O mundo não é mais o mesmo. Com a transformação digital, temos uma mudança em muitos pontos no mundo. Então, não podemos mais ter processos educacionais como era em nossa época. Os métodos tradicionais, sem mudanças, não dão mais conta de um mundo novo, tecnológico e altamente conectado. É preciso investir na formação de novas competências e habilidades – o que acarreta, consequentemente, melhor rendimento escolar.

Mas como preparar as crianças e jovens para esse cenário tecnológico? É justamente com as tecnologias. Elas garantem uma formação completa, integrada e que prepare seus filhos para o futuro, tanto na parte profissional quanto socioemocional.

As tecnologias, portanto, são as grandes aliadas para proporcionar um melhor ensino para crianças e jovens. Por isso, você precisa entender de que forma elas podem ser utilizadas no dia a dia para garantir melhores resultados e prepará-los para o futuro.

Ensino híbrido

O ensino híbrido ganhou muita força com a pandemia do coronavírus e tende a ser uma forte tendência nos próximos anos. Mas é importante saber: ensino híbrido é diferente, sim, de um ensino remoto emergencial. Para entender melhor as diferenças, explicaremos sobre ele a seguir, para deixar mais claro sobre o que se trata.

O ensino híbrido une práticas online e offline de forma que elas se complementem, permitindo uma experiência mais rica do aluno no dia a dia. A tecnologia aqui não tem um papel complementar, mas está no cerne do processo de aprendizado e, também, faz parte das rotinas presenciais.

Esse tipo de ensino tem uma vantagem: oferece autonomia para os alunos aprenderem no seu ritmo e da forma que é mais confortável. Afinal, é possível oferecer que eles sejam mais responsáveis pelos seus processos de aprendizagem. No ensino híbrido, um bom rendimento escolar não é o objetivo principal, mas uma consequência de engajar os alunos nesse processo.

Cultura maker

A cultura maker tem ganhado muita importância nos últimos anos. Ela permite garantir uma maior propulsão do ensino, principalmente, porque torna o aluno ativo no processo. Ou seja, ele deve estar em uma posição criativa, buscando novas soluções para os problemas, o que permite melhorar o rendimento.

A cultura maker traz, também, conhecimentos importantes em áreas que estão muito em alta atualmente e que podem ser responsáveis por proporcionar melhores resultados no crescimento profissional dos estudantes, tais como:

  • impressoras 3D;
  • linguagens de programação;
  • CNCs pequenas, entre outros.

As soluções podem ser focadas essencialmente em tecnologias ou, ainda, ter um caráter interdisciplinar. Com isso, o aluno é treinado para buscar soluções criativas para os problemas e, assim, podemos ter grandes nomes no mercado no futuro.

Sala de aula invertida

A sala de aula invertida traz uma mudança importante na concepção de ensino: a maior parte do conteúdo é passada para que o aluno absorva em casa e, assim, a sala de aula torna-se o espaço de discussão e de tirar dúvidas sobre a temática.

Seu principal benefício é, justamente, auxiliar o aluno a sair de uma postura passiva de mero ouvinte e fazer com que ele invista em autonomia. O assunto é introduzido em sala, discutido entre os colegas e, depois, eles recebem diversos conteúdos para que possam aprofundar as discussões em casa. No próximo encontro, há a atualização das discussões. Com isso, há um estímulo para que o aluno seja o protagonista do seu processo de aprendizado.

Gamificação

O ensino rígido não faz mais sentido para muitos alunos. Aprender por meio de plataformas gamificadas pode ser uma forma interessante de potencializar resultados e garantir engajamento e interesse por parte dos alunos.

O uso da gamificação permite, também, uma maior personalização no processo de aprendizagem. O aluno consegue traçar quais são os caminhos pelos quais ele se sente mais interessado e confortável em sua educação, por meio das trilhas de aprendizagem. Além disso, o ensino feito de forma lúdica tende a trazer melhores resultados, pois torna o processo de aprendizagem educativo e com foco em engajamento.

Realidade virtual

A realidade virtual pode ser utilizada em sala de aula para trazer experiências que não seriam possíveis sem essa oportunidade. Além disso, é uma forma de engajar o ensino inclusivo, principalmente, para quem tenha algum tipo de deficiência (auditiva, visual, motora) ou seja neurodivergente.

Por meio dela é possível, por exemplo, trabalhar todos os sentidos e tornar o ambiente mais confortável para quem tem necessidades especiais, integrando-a no ambiente escolar. Mas a realidade virtual tem outros benefícios para além desses.

É possível garantir experiências de aprendizagem muito mais ricas. Por exemplo, ao ensinar sobre Grécia Antiga, é possível utilizar a realidade virtual para simular como era viver no país naquele momento. Com isso, há uma experiência enriquecedora, inovadora e que auxilia a complementar o conhecimento dos alunos.

Aula de reforço online

Outra possibilidade é que os alunos possam ter aulas de reforço sem precisarem comprometer seu horário na escola, de forma que ele possa ser feito online. Com isso, os alunos podem tirar eventuais dúvidas que tenham e, assim, recuperar médias que estejam abaixo do esperado.

Muitos alunos têm outras atividades fora do horário escolar, o que pode gerar um choque com o horário presencial. Além disso, pode haver, até mesmo, um desinteresse em estar no ambiente presencial para o reforço. Com a aula online, ele consegue recuperar o aprendizado de determinado conteúdo em um momento mais confortável, aumentando o seu rendimento escolar.

Acompanhamento online pelos pais

Além disso tudo, você deve saber a importância de ter um acompanhamento próximo do aprendizado dos seus filhos. Pois é, os pais possuem um papel essencial nessa jornada. Com as tecnologias, isso se torna mais fácil.

Afinal, muitos têm rotinas corridas e não podem estar em contato com a escola constantemente. É possível contar com agenda digital, contato facilitado, plataforma integrada e, assim, estar atento a tudo que faz parte do mundo deles e elevar o rendimento escolar dos alunos.

Apesar de o rendimento escolar hoje não ser o foco, mas sim consequência de processos de aprendizagem mais interessantes e atualizados para os tempos atuais, vemos a importância das tecnologias para melhorar essas questões. Por isso, é fundamental que você invista na educação dos seus filhos, matriculando-os em colégios que tenham modernizado seus processos internos.

Para isso, conte com o Colégio Academia. Entre em contato e conheça mais sobre como podemos ajudar na formação dos seus filhos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.